História e Cultura Afro-Brasileira é obrigatório

Atualizado: 5 de Set de 2020

A Lei 10.639, de 2003, torna obrigatório o ensino sobre a história e a cultura Afro-Brasileira nas escolas públicas e particulares.


A lei diz que deverá ser estudado a história da África e dos africanos, a cultura negra brasileira, e resgatar a contribuição do povo negro na construção da história do Brasil

E esse conteúdo deve estar em todo "o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras.""


A lei não inclui o ensino infantil, apenas fundamental e médio.

O que pra gente não faz o menor sentido, pois todos ganham ao aprendermos sobre a cultura afro-brasileira em qualquer idade.


Um ponto de muita atenção é que precisamos rever nossas falas e corrigimos um erro que reproduzimos em livros, filmes e na sociedade em geral.


Retiramos desta reportagem do Brasil Escola este trecho:

Quando nos referimos, em sala de aula, ao escravo africano, nos equivocamos, pois ninguém é escravo – as pessoas foram e são escravizadas.
O termo escravo, além de naturalizar essa condição às pessoas, ou seja, trazer a ideia de que ser escravo é uma condição inerente aos seres humanos, também possui um significado preconceituoso e pejorativo, que foi sendo construído durante a história da humanidade. Além disso, nessa mesma visão, o negro africano aparece na condição de escravo submisso e passivo.

Separamos alguns conteúdos que podem ajudar as escolas a falarem cada vez mais sobre a cultura afro.

E quem tiver mais opções, podem nos mandar por email que iremos acrescentar no post.


Para adolescentes


1- O novo clipe Already da Beyonce e seguido desta análise feito pelo Spartakus.

2- Filme Pantera Negra


Tanto o filme da Beyonce, Black is King, quanto o Pantera Negra não possuem acesso gratuitos.


3- EGBÉ - 5ª MOSTRA DE CINEMA NEGRO DE SERGIPE (03/09 A 30/09)

​Nesta edição da mostra a organização traz para o centro da discussão o afrofuturismo no Cinema Negro, esse movimento que nos permite recriar o presente, recriar o passado e projetar um novo futuro através de nossa própria ótica (Fábio Kabral).

Esse tem acesso gratuito através do Video Camp!


Para as crianças


1- Projeto Heroínas Negras para Colorir da Taynara Cabral que traz dez imagens de mulheres negras para as crianças colorirem


2- Kiriku e a Fenticeira

Neste link tem a explicação do desenho que fala sobre a cultura africana.

E tem também propostas de conversas com as crianças após o vídeos.


3- Coleção Black Power

Livros de atividades para a família que valorizam as culturas africana e afro-brasileira tratando de assuntos como tolerância e respeito.



Para os adultos