Comunicado sobre COVID nas escolas do CRECE Central

O Crece é o Conselho de Representantes de Conselhos de Escola.

Há um Crece para cada uma das 13 regionais, e há também o Crece Central.

Nós fazemos parte de um Crece Regional e do Crece Central.


Estamos divulgando esse informe do CRECE Central sobre a situação do Covid nas escolas públicas municipais.


O informe pode ser acessado pelo link a seguir.

Boletim Especial - CRECE Central - junho de 2022
.pdf
Download PDF • 260KB

A alguns destaques do informe:


O CRECE Central, nas reuniões de 14/05/22 e 11/06/22 debateu sobre a importância de se manter o uso de máscaras no interior das unidades educacionais da rede municipal de educação. Neste sentido essa proposta foi levada para a reunião com representantes da Secretaria Municipal de Educação, no final de maio/22.


Além de debater sobre o uso de máscaras, na última reunião, realizada em 11/06, o que chamou atenção foi o aumento significativo dos casos confirmados de Covid-19 no interior das unidades educacionais.


A Executiva do CRECE, após tomar conhecimento do surto de Covid-19 na rede, elaborou uma consulta á unidades educacionais para aferir o número de unidades que apresentavam casos confirmados de Covid-19 e para ter uma dimensão do problema na rede municipal de educação


A consulta se deu no período de 07 a 15 de junho e recebeu 522 respostas, dentre as 1510 unidades da rede municipal de educação


Houve casos de Covid-19 nos últimos dias?

92,1% responderam que houve caso confirmado de Covid-19 no período nos últimos dias.


Quais foram/ são os contaminados por covid-19?

47,1% das unidades que registraram casos de Covid19 responderam que foram apenas profissionais da educação;

49,2% responderam que foram tanto profissionais da educação, quanto em bebês, crianças e/ou estudantes


Houve afastamento de estudantes/ turmas?

62,8% das unidades em que houve casos de Covid-19 informaram que foram afastados, para quarentena, os estudantes e os professores da turma em que houve confirmação de Covid-19;

24,1% disseram que foram afastados apenas os professores;

6,7% disseram que foram afastados os alunos da turma e

6,5% disseram que foram afastados apenas os estudantes que testaram positivo.


Houve suspensão do atendimento presencial?

46,6% das respostas indicaram que não houve suspensão de atividades nas unidades;

43,7% responderam que houve afastamento de uma ou algumas turmas (suspensão parcial);

6% indicaram que houve suspensão total das atividades;

3,3% disseram que apenas um dos períodos suspendeu as atividades e

0,4% disseram que não houve nenhuma suspensão de atividades


9 visualizações0 comentário